Se eu te fizesse uma poesia

Se eu te fizesse uma poesia,
Você promete que leria?
Não qualquer poesia, ou uma poesia qualquer...
Uma poesia com a tua cara
Uma poesia com tua alma,
Pelo menos como a vejo.
Que tivesse a magia dos teus olhos castanhos,
Escuros, estranhos...
E com todo o mistério que eles costumam guardar.
Que tivesse a alegria serena desse teu silencioso fitar...
Se eu te fizesse uma poesia
Baseada na euforia que sinto ao te ver passar,
Ao te ver chegar... Ao te estar.
Na beleza profana dessa tua boca, desenhada a pincel
No desejo do alvorecer, e do amanhecer em teus braços,
Recostada em seu peito, ouvindo seu coração
Ou o ir e vir preguiçoso das ondas de Gauibim
Que eu nunca vivi, mas me embalam as noites solitárias,
Você me promete que leria?
E mesmo que fosse uma poesia,
Sem rima, sem métrica, sem lógica,
sem verso, sem graça, sem poesia,
Você me promete que leria?
E se lesse, a guardaria?
Ou dela pelo menos uma estrofe,
Ou uma frase quem sabe?
E se nem frase ficasse,
Você guardaria ao menos a lembrança
De que um dia, alguém te fez uma poesia?

Então leia e guarde essa pequena poesia que foi feita só pensando em você...

Beijos, Cris

0 comentários :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...